quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Menino Bonito


o que faço
com você agora
pacote mais lindo
(delícia)
que ainda está indo
enquanto eu já me recolho?
(saboreio)
tens razão, meu querido
relaxo e gozo!


(“A vida acontece sempre tarde demais” – frase de Herbert Quain, escritor irlandês “inventado” por Jorge Luis Borges, no conto “Exame da obra de Herbert Quain”)

5 comentários:

Petê disse...

A novidade dos amores doces e frescos sempre nos deixa mais leves e criativos. Vejo que a doçura e o frescor aqui estão em alta.

Dá-lhe Laurinha!

Prensada disse...

nossa, adorei isso !
viva a vida e os encontros ;o)

Mônica Santos disse...

Noooossa, quanta poesia não dita em tão poucas palavras. Bjs, Mônica

Olga Vallejo disse...

Narradora outonal e um amante primaveril? Adorei a idéia! Não sei se interpretei mal seu texto, mas me desculpo com a razão dos que dizem que o leitor se apropria do texto e o lê como se lhe falasse sobre sua própria vida. E como você consegue traduzir os desejos das gentes assim levemente, como se fossem de fácil entendimento? Acho que tem uma grande psicóloga da libido humana aí dentro de você! Grande, Dra. Laura!

Bruno Cobbi disse...

"Posso não durar tanto quanto outras cantoras mas sei que posso destruir-me agora se me preocupar demais com o amanhã."
— Janis Joplin

Touché!